Gás de cozinha fica mais barato nesta sexta


Marco Ambrósio/Futura Press
O gás de cozinha ficará mais barato a partir desta sexta-feira, 19. A Petrobras anunciou nesta semana uma queda de 5% no valor cobrado pelo botijão, depois de um aumento de 16% ao longo do ano passado, se tornando um dos produtos com maior aumento, apesar de a inflação geral ter ficado em 2,5%, o menor valor em quase 20 anos. “A estatal informou ainda a alteração no método de reajustes dos valores, que a partir de agora serão semestrais.
O método anterior, em vigor entre julho e dezembro, reajustava mensalmente o valor do produto, de acordo com as cotações do butano e do propano no mercado europeu. Na prática, isso significava que a cada dia 5 do mês o gás de cozinha tinha um novo preço.
Como vai funcionar?
O novo repasse de preços tem como objetivo “suavizar os repasses da volatilidade dos preços ocorridos no mercado internacional para o preço doméstico”, de acordo com a companhia.
A partir de agora, os reajustes serão feitos a cada dia 5 do início de um trimestre e o período de apuração da cotação e câmbio não será mensal, mas sim feito através de uma média dos doze meses anteriores ao período. O próximo reajuste, por exemplo, será feito somente em 5 de abril.
“A Petrobras acredita que estes novos critérios permitirão manter o valor do GLP referenciado no mercado internacional, mas diluirão os efeitos de aumentos de preços tipicamente concentrados no fim de cada ano, dada a sazonalidade do produto. A referência continuará a ser o preço do butanoe propano comercializado no mercado europeu, acrescido de margem de 5%”, explica a companhia em comunicado.

Fo